Carregador na tomada gasta energia? Confira a resposta!

Será que o carregador na tomada gasta energia elétrica, mesmo sem um celular plugado? Vem conferir a resposta e entender como economizar energia na sua casa!

carregador-na-tomada-gasta-energia

Televisores, smartphones, tablets e diversos outros aparelhos eletrônicos têm seu uso vinculado ao auxílio de um carregador próprio, seja fornecido pelos fabricantes ou comprados externamente. Vale ressaltar que, as vezes, as pessoas não se preocupam em retirá-los da tomada depois que o aparelho já foi carregado. Mas será que o carregador na tomada gasta energia? E se sim, quanto pesa na conta de luz ao final do mês?

Afinal, manter o carregador na tomada gasta energia?

A resposta para essa pergunta é um simples e sonoro: sim! O carregador na tomada gasta energia e, apesar de não parecer, deixar o carregador do smartphone ou de outros aparelhos, como micro-ondas etc., conectados na tomada pode sim gerar um aumento na sua conta de energia.

O consumo médio destes aparelhos, quando não estão sendo utilizados, fica em torno de 0,25 Watt. Entretanto quando um celular atinge a sua carga máxima, mas ainda está conectado no carregador, este número pode chegar a uma média de 3,5 Watts em alguns casos.

Um único carregador ligado na tomada pode não representar um aumento muito grande na conta de luz, porém em casas com muitos residentes, esse costume pode significar pagar a mais na conta energia elétrica. Desta forma, vale a pena tirar o carregador da tomada quando finalizar o uso do mesmo.

Possíveis gastos por deixar o carregador na tomada

Como a maioria dos dispositivos são projetados para abastecer a bateria dos mesmos através de entradas USB, miniUSB ou microUSB, a média de energia gasta pode variar de 1 a 5 Watts por carregador. Contudo este número pode variar de acordo com a qualidade dos componentes utilizados na construção destes carregadores e do equipamento, onde notebooks e computadores, por exemplo, consomem ainda mais energia.

Imaginando uma média de 3,5 Kwh por dispositivo e que, até 10 deles, estejam plugados na tomada ao mesmo tempo durante um mês inteiro (algo normal em famílias com mais de 4 pessoas) o desperdício diário é da ordem de 0,84 KWh, ou aproximadamente 25 KWh por mês. Pois, o preço por KWh no Brasil, adicionando a quantidade de impostos, é de aproximadamente 0,40 centavos. Então, este exemplo hipotético resultaria em aproximadamente 10 reais de desperdício mensal, ou até 120 reais por ano. Este é um gasto extra que pode ser facilmente evitado adquirindo o pequeno hábito de tirar os carregadores da tomada.

Verdades e Mentiras sobre o uso racional de energia elétrica

1. Aparelhos ligados no modo stand by não influenciam no gasto de energia

Falso. A eletricidade consumida por um aparelho eletrônico em stand by (modo de espera) pode representar quase 15% do gasto feito pelo equipamento. Lembrando que, ao desligar a TV, é necessário desligar os demais equipamentos que estão conectados a ela. Os aparelhos de televisão mais antigos consomem mais energia do que os novos modelos e, no modo de espera, os receptores de TV são os maiores responsáveis pelo desperdício de energia elétrica.

2. O modo “inverno” gasta mais que o modo “verão” no chuveiro elétrico?

Verdade. De acordo com Ronaldo Lucas Queiroz, gerente de eficiência energética da Cemig, a posição “verão” gera uma economia de até 30% quando comparado com a posição “inverno”, pois o chuveiro necessita de uma demanda maior de energia para que aumentar a temperatura da água, bem como a redução do tempo dos banhos que evidentemente levariam a um menor período de uso.

3. Usar o aparelho de ar-condicionado ligado durante a noite inteira gera o mesmo consumo que desligar no meio da noite

Falso. O consumo de energia depende, basicamente, de duas coisas: potência do equipamento, medida média em Kwh e o tempo de utilização do mesmo. Para uma melhor economia de energia utilizando o ar-condicionado, é necessário reduzir o tempo de uso do aparelho, visto que o tempo de funcionamento dele é o maior fator de gasto de energia. Isso tanto em versões mais novas quanto em versões mais antigas desse aparelho.

4. Deixar o carregador plugado à tomada sem o celular não consome energia

Falso. Por estar conectado na tomada, o carregador ainda utiliza energia elétrica mesmo que essa carga não chegue ao aparelho. Independentemente de ser utilizada para alimentar a bateria do celular ou não, existe sim o consumo de energia. Retirar o carregador da tomada é o ideal quando este não estiver mais exercendo sua função principal e, esta simples atitude, possibilita evitar maiores desperdícios.

5. A geladeira está entre os equipamentos domésticos que mais consomem energia

Verdadeiro. A geladeira é o segundo item que mais consome energia elétrica em uma casa. O seu constante abre e fecha é o maior responsável por esse consumo. Além de tudo, é importante salientar que alimentos ainda quentes não devem ser colocados no eletrodoméstico, visto que isso acaba gerando uma sobrecarga no refrigerador e, por consequência, aumenta o consumo de energia. Outro item importante e que merece atenção na geladeira é a borracha de vedação da porta. Esta necessita que você realize uma revisão podendo ser necessário, inclusive, uma substituição a cada 6 meses, já que uma folga nesse item pode permitir que o ar quente de fora entre na geladeira, fazendo com que ela precisa de ainda mais energia para refrigerar os alimentos.

Para checar se a vedação está sem defeitos, você pode colocar uma folha de papel entre a porta e a geladeira, e após fechar a porta tente remover a folha; se ela sair com facilidade, a borracha necessita de substituição. Lembre-se que é necessário fazer isso em toda extensão da porta.

6. Aparelhos com voltagem de 220v consomem menos energia do que os de 110V

Falso. Não há diferença considerável de consumo entre aparelhos 220v e 110v. A questão aqui é, estar sempre atento para não acabar ligando um aparelho de 110v em uma tomada de 220v e vice-versa, visto que devido a diferença de tensão, o funcionamento dos aparelhos pode ficar comprometido, podendo até chegar a queimá-los.

Por isso, lembre-se de checar sempre se os seus aparelhos eletrônicos estão desnecessariamente ligados na tomada a fim de conseguir uma economia na sua conta de energia ao final do mês.

Site produzido por Digitalize Now.